Des personages du monde

 […] je n’ai pas besoin de toi. Et tu n’as pas besoin de moi non plus. Je ne suis pour toi qu’un renard semblable à cent mille renards. Mais, si tu m’apprivoises, nous aurons besoin l’un de l’autre. Tu seras pour moi unique au monde. Je serai pour toi unique au monde…

. o pequeno prícipe continua sendo um dos personagens que mais me intriga até hoje. ao mesmo tempo em que o amo, sinto raiva dele. mas é assim com aqueles dos quais gostamos. talvez seja porque eu sempre penso na raposa. e a raposa? também não foi cativada? ele não seria responsável também por ela? é. esse é o risco de nos deixar-mos cativar. sempre correremos o risco de sermos raposas na vida de alguém. nos doamos sem esperar nada em troca.  mas o que seria da vida sem o couché du solei, sem as lembranças dos momentos felizes? só por eles, tudo já valeu a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s