Arquivo de 17 de outubro de 2010

.do esquecer.

Publicado: 17 de outubro de 2010 em Uncategorized

.já pensou se, de repente, esquecêssemos de tudo o que vivemos? se, de repente, por conta de um acidentente, alzheimer ou qualquer droga que comesse nosso cérebro, perdêssemos todas as nossas lembranças, boas ou ruins? se nossa mente ficasse limpa de qualquer vestígio, seja de nossos erros ou acertos? já pensou se esquecêssemos todos a nossa volta?

.eu já. e fiquei imaginando um monte de coisa. primeiro a gente sempre acha que seria bom apagar tudo de ruim que aconteceu. mas, e depois? e tudo de bom que vivemos? vou esquecer quem sou, que a primeira palavra que falei foi anfíbio. isso mesmo: ANFÍBIO. vou esquecer meu primeiro amor, o primeiro livro que li(esse eu já esqueci),  todos os amigos que fiz, todos os amores que tive, mesmo com as tristezas no fim? é. acho que esquecer não é lá tão bom assim. porque, mesmo as coisas ruins, serviram para construir quem somos. não. não vou ser piegas. se a gente pudesse deletar certas coisas, ia ser bom demais, claro. coisas que limitam a gente, que acabam nos enchendo de medos e nos paralisando diante da vida. tem até gente que bebe, pra esquecer, e nem esquece…

.pois bem. supondo que não tivéssemos escolha. que roubassem tudo de nossas mentes. será que faríamos as mesmas escolhas? cometeríamos os mesmo erros e acertos? será que optaríamos pelos mesmos caminhos? amaríamos as mesmas pessoas? despertariam em nós os mesmos sentimentos de ontem? posso me apaixonar duas vezes por alguém? será que poderia amar as pessoas que odeio hoje, ou odiar a quem amo? será que as pessoas que estão na minha vida hoje se perderiam pra sempre?  são perguntas indecifráveis. irrespondíveis. então, já que tudo nessa vida tem 50% de chance de acontecer, fiquemos atentos. ame, odeie, despreze, brigue, xingue, sinta saudade, ciúmes, chore bastante pelas pessoas hoje, pois pode ser que tudo mude. amanhã você pode nem saber mais quem elas são.

Anúncios