Arquivo de 11 de agosto de 2010

.pequenos prazeres.

Publicado: 11 de agosto de 2010 em Uncategorized

.depois de ventos e tormentas, a tempestade sempre passa. tudo sempre passa, por pior que possa parecer. sentir-se bem de novo é a melhor sensação que se pode ter. o que fica são lembranças. escolha se vão ser as boas ou ruins.

.hoje acordei de bom humor. não estava impaciente nem nervosa. cumprimentei a moça no espelho. meio menina, meio mulher. pela primeira vez em pouco tempo, gostei do que vi. admirei-a. ela estava bonita. bonita porque sorriu para mim e eu sorri de volta para ela.

.a alegria voltou a correr nas minhas veias. desintoxiquei-me da angústia e do medo. o remédio nem sei direito o que foi. talvez uma mistura de sorrisos, palavras, abraços, novos sonhos e deus.

.a serenidade bateu na minha porta hoje. deixei ela entrar. não que a loucura tenha ido embora. mas é que a loucura boa, essa deve sempre permanecer. essa loucura que nos move para propósitos mais ambiciosos e que nos faz sentir vivos de novo. sem precisar de outrem pra ser feliz.

.hoje enchi minha alma de novos planos e de sensações gostosas.  como aquela do frescor de bolhas de gás de refrigerante fazendo cócegas na garganta. como a sensação de conforto do café quente em pleno frio. se bem que um abraço nessas horas cairia bem melhor.

.hoje acordei mais eu. mais leve, mais livre. mais dona dos meus desejos. hoje eu acordei mais Amélie.

Anúncios