Arquivo de 21 de abril de 2010

.nove mulheres no meu sofá.

Publicado: 21 de abril de 2010 em Uncategorized

.há dias em que não há nada mais a fazer do que praguejar contra a sua própria personaliade borderline. aqueles dias em que a única coisa que você deseja é um pouco de estabilidade emocional que, consequentemente te deixa derrubada fisicamente. parecendo velha na menopausa. abusada, histérica, calorenta e cheia de dor.

.hoje eu estou uma bomba-relógio prestes a explodir. o pior de tudo é que essa bomba explode de 5 em 5 minutos. e sai de baixo! mas isso dá uma canseira que só eu sei! uma vontade de dormir e só acordar amanhã, quando meu humor talvez esteja bem melhor. vontade de não fazer nada. apenas estalar os dedos e fugir pra qualquer lugar.

.hoje estou (pra variar) sem paciência para o mundo e, muito menos, para as pessoas. naqueles dias em que um simples bom dia! pode fazer eu mandar alguém à merda! ainda bem que hoje é feriado e eu tô na jaula, enclausurada, sem contato físico com qualquer outro indivíduo. cuidado. posso morder alguém hoje.

.muito mais que morder, eu posso ferir alguém de uma maneira muito pior. ferir na alma. com palavras duras. hoje eu não posso ver ninguém. não sou companhia que se queira, nem amiga, nem narorada, nem nada. hoje eu sou uma escritorazinha fim de carreira mal-humorada.

hoje vou chorar por qualquer coisa. nem vou rir mais de estar numa topic lotada, nem de ter pego o ônibus errado e chegado atrasada no jornal. não sei. umas mulheres vieram me visitar, muito bonitas, mas também estranhas, maldosas. sentaram no meu sofá, comeram da minha comida e disseram que vão fazer um pernoite. estou certa de que estou parecendo mais a casa da mãe joana. sem dono, sem lei, sem a mínima moral. e lá estão elas sentadas a me olhar. a melancolia, a angústia, a saudade, a dor, a vontade, a desilusão, a saudade, a ira e a mediocridade. todas mulheres da mesma laia. lacraias sem coração.