Arquivo de agosto, 2009

.nada é perfeito.

Publicado: 31 de agosto de 2009 em Uncategorized

.medo é coisa que dá e passa. graças a deus. tudo bem. ele volta, mas passa. é fato. sentir medo de amar é o medo que mais dói e mata. se a gente pudesse escolher quem amar, seria muito mais simples. se a gente soubesse como as pessoas são de fato e a fundo, mais ainda. o problema (sempre tem) é que não teria graça. o bom é o perigo do desconhecido. seria tão chato não sentir o friozinho na barriga de medo que dá de não ser correspondida, ou de ele estar só se aproveitando dos seus puros sentimentos? aquele cafageste! fazer o quê? você o ama e ponto. deixa pra lá então e sejamos felizes. beijemos muito. agarremo-nos mais ainda. o depois a gente vê. o importante, é que, se acabar amanhã,  já saimos no lucro e teremos pelo menos uma grande história de amor para contar para os nossos netos. nossa biografia não será vazia e sem graça.

.A MÚSICA MAIS SEXY QUE VOCÊS JÁ OUVIRAM. CORRAM E APROVEITEM. QUE ELA NÃO PASSE DESPERCEBIDA.

eu, pelo menos, tenho um grande medo: o de ser enganada. coisa que eu amo é uma verdade bem dita. tenho medo de esperar algo das pessoas e me decepcionar com elas, pois é o que acontece quado somos enganadas. mas também não procuro cabelo em ovo, pois como diria o velho ditado: “o que os olhos não vêem o coração não sente”. peguemos então nossos sapatos velhos, nossas metades da laranja, nossas tampas da panela. nada é perfeito, entonces, desfrutemos deles até que dê certo. por que como diria minha outra amiga, a clarice lispector, nós estamos sempre colocando as mais diversas dificuldades para “essa coisa clandestina que é a felicidade”.

Anúncios

.inspiração.

Publicado: 29 de agosto de 2009 em Uncategorized
Tags:, ,

malvada.pode até parecer que eu to enrolando de novo. se eu estivesse, eu diria mesmo. mas há 3 dias desapareceu-me a inspiração. não consigo escrever mais nada que preste. também não vou encher ninguém com um lixo de palavras infames. então pego emprestadas umas palavras de uma “amiga” que disse tudo que eu diria de forma simples e sem rodeios. aqui está ela. com vocês martha medeiros:

“A TODOS…

A todos trato muito bem
sou cordial, educada, quase sensata,
mas nada me dá mais prazer
do que ser persona non grata
expulsa do paraiso
uma mulher sem juízo, que não se comove
com nada
cruel e refinada
que não merece ir pro céu, uma vilã de novela
mas bela, e até mesmo culta
estranha, com tantos amigos
e amada, bem vestida e respeitada
aqui entre nós
melhor que ser boazinha é não poder ser imitada”

.o primeiro post.

Publicado: 28 de agosto de 2009 em Uncategorized

.há tantos assuntos para um primeiro post. mas eu sou tão indecisa. não sei como escolher. bem que eu poderia copiar e colar algum texto bonito de algum autor bem mais conhecido e interessante do que eu. todavia, isso não faria nenhum sentido. não seria eu.

.vocês devem estar pensando que eu estou só enrolando. e estão certos. é isso mesmo que eu estou fazendo. vocês devem ter se perguntado também por que tantas palavras en français. acertaram de novo. estou “me passando” com meu francês quase que indecente. também explico logo que está tudo assim tão vermelho porque eu gosto de vermelho. né!? E que de vez em quando eu vou estar triste. noutras vezes vou ser palhaça e em mais algumas muito abusada (revelando o sarcasmo de um humor negro enojante). porém tudo porque nem nas palavras sei disfarçar. aqui sempre vai ter um pedaçinho de mim.  um pouquinho d’eu.

OgAAAAfAO3SYNIkGe82chrb7PPTpX4zhacm5gtrUBkBMIDmKnekas7hAHlcJDKVaPgpmXcbFb9nwjy5z-KxkIJDX3YMAm1T1UH8VhTqK0npRUMS9YmgmXoGyRdwi